Início

domingo, 11 de julho de 2010

Final do tratamento e observações finais

Inicio este post agradecendo ao carinho de todos que entraram em contato comigo e diviram um pouco da experiência vivida neste árduo tratamento. Sei que é bastante difícil lidar com todas as adversidades que surgem no decorrer do tratamento, afinal, eu literalmente senti na pele todas as etapas que constituem esse tratamento. Durante o ciclo existem algumas "etapas", essas "etapas" não são regras, ou seja, não acontecem em todos os casos, afinal, tratando-se de organismos vivos, toda regra possui sua excessão. A "etapa" mais temida é a famosa fase de piora, que biologicamente falando, não é uma piora e sim um afloramento momentâneo ocasionado pela substância. Essa fase de piora pode durar alguns dias ou algumas semanas, não há como estabelecer um prazo para esta fase, mas, geralmente ela termina no segundo ou terceiro mês, no meu caso ela durou três semanas.
A mais esperada é a fase dos elogios, onde todos os seus amigos, conhecidos, parentes e etc começam a elogiar o seu estado atual e, assim como a fase de piora, ela também não possui prazo determinado para começar e nem para terminar. Algumas pessoas relatam que nessa fase há uma descamação da pele. No meu caso, a minha pele descamou desde a segunda semana de tratamento e a cada semana a pele parecia cada vez mais saudável e bonita.
É importante observar que após terminado o tratamento há um período de oito semanas que deve ser respeitado. Nesse período os cuidados devem ser mantidos.

Respostas para alguns questionamentos

Situação 1: O paciente consulta-se com um médico da rede privada mas tem a intenção de receber o medicamento pelo Sistema Único de Saúde (SUS).
Independentemente de o médico pertencer à rede pública ou privada, o paciente tem direito a receber o seu medicamento pelo SUS. Esse direito foi cedido ao paciente e não ao médico, logo, toda pessoa que esteja amparada pela Constituição do Brasil tem direito ao recebimento do medicamento na rede pública de saúde.

Situação 2: A isotretinoína só pode ser usada em casos graves de acne?
Não. A isotretinoína é recomendada para casos graves de acne (grau III, IV ou V), mas, também pode ser receitada para casos menos graves de acne, sob a condição de ser resistente à outros tratamentos.

Situação 3: Após terminado o tratamento a acne voltou.
Existe uma porcentagem de casos em que a acne volta a aparecer na face ou em outras regiões do corpo, nesses casos, o paciente deve voltar ao médico para que seja iniciado um outro tratamento, aumentando assim as chances de não reincidência da acne.
___________________________________________________________________

Qualidade de vida após o tratamento

Todos nós somos sabedores de que a estética é fundamental na qualidade de vida do ser humano, afinal, a nossa aparência é o nosso cartão de visita. Algumas pessoas falam que usar a isotretinoína não compensa, ou que iniciar um tratamento com a substância é suicídio, ou ainda que fazer o tratamento é por a vida em risco em nome da estética. A acne já é objeto de pesquisas e não pode ser considerada uma simples fase passageira da vida, não pode ser tratada como "coisa de adolescente". O tratamento da acne é justificado pela possibilidade de evitar lesões permanentes na pele e também para evitar o aparecimento ou agravamento de transtornos psicológicos gerados do abalo à auto estima.
No meu caso, o resultado foi extremamente satisfatório. Após o tratamento minha qualidade de vida assumiu um parâmetro nunca antes sentido. Além de fazer sucesso com as garotas, ganhei mais auto confiança. O tratamento não é fácil, isso não é novidade para ninguém, mas o custo benefício é alto.



Após dois meses do término do tratamento eu voltei a beber. No início sofria muito, além de ficar embreagado rapidamente, também vomitava muito, mesmo com pequenas doses de álcool, mas, "quem já foi rei, nunca perde a majestade" já dizia o poeta. Hoje em dia tenho uma vida normal, sem restrições e posso afirmar sem sombra de dúvidas: Valeu a pena!
__________________________________________________________________

Bom, como o meu tratamento chegou ao fim, gostaria de contar com a ajuda de quem frequenta o blog. Gostaria de pedir humildemente que vocês enviassem-me sua história ou entrassem em contato para que juntos continuemos a disponibilizar material de pesquisa para que outras pessoas possam vencer este terrível tormento que é a acne.
Entrem em contato via msn, orkut, email ou twitter.

Msn\email: marcel_monroe@hotmail.com

Twitter: www.twitter.com/marcelmonroe

Orkut: Marcel Monroe



5 comentários:

Kessiane disse...

Oi Marcel, td bem?Irei começar o tratamento com roalcutan. Quero saber como posso adquiri-lo na Feme?O Médico ja me deu a requisição do Sus, mas eu preciso ter um cartão do Sus ou algo do tipo?Ou só precisa entregar a folha preenchida?Fico agradecida, se vc puder tirar essa dúvida!

Marcel Monroe disse...

Pode sim Kessiane. Para retirar na FEME de São Luís tu precisarás somente do cadastro, cadastro esse que é feito na própria FEME.

Louise Souza disse...

Oi Marcel. Dei uma lida no teu blog, no processo de tratamento. Eu vou começar a tomar agora.
Quero te parabenizar pelo trabalho. Colocasse fotos que muitos não teriam coragem de publicar. Quem têm/teve espinhas sabe o quanto é vergonhoso, até mesmo humilhante sair na rua exposto a olhares alheios, e auto-estima? Nem existe mais.
Admiro a tua coragem de publicar fotos do infeliz período, mas que bom que pra ti já passou.
Então é isso, mais uma vez parabéns.

Beijo.

Juliana disse...

Olá Marcel, Adorei o seu blog, parabéns pela iniciativa! Fui na dermatologista e ela me passou os exames...os fiz hoje de manhã! Espero que dê tudo certo e que eu possa fazer o tratamento! Posso entrar em contato contigo para tirar dúvidas? Estou tensa! Já tenho oscilações de humor normalmente imagine com esse remédio! rsrs

Essencia Feminina disse...

Marcel,
Boa tarde. Sou de Jundiai e li bastante seu blog ate me decidir pelo tratamento do roacutan.
Pesquisei bastante e "acreditei" que estava com uma boa medica, já que o tratamento requer entre outras o devido acompanhamento do medico. Como minha pele esta bem machucada, eu fiz umas economias e decidi começar o tratamento, mas no primeiro mes ja foram 480,00 e entao fui buscar orientaçoes de como conseguir pelo SUS. Fui ate o SUS fui muito bem atendida, super organizado e me instruiram com uma papelada que minha medica deveria preencher. Voltei na medica e deixei os formularios para preenchimento. Hoje fui em minha primeira consulta apos o inicio do tratamento e para minha surpresa, foi bem desagradavel. Estava com um papelzinho para esclarecer alguns efeitos colaterais, mas a medica se indispos com a minha solicitaçao de formulario do sus e pediu para eu procurar outro medico que ela nao daria mais acompanhamento. Me disse que se eu nao posso pagar os remedios nao deveria nem ter começado o tratamento. Disse tb que pelo convenio eu tenho direito a somente 01 consulta por mes e se precisar de mais uma eu deveria pagar, mas se eu nao tenho condiçoes de pagar os remedios que dira a consulta...nesses termos na frente da assistente dela. Tentei explicar para ela que o tratamento seria dado por ela, que mensalmente ela teria que fazer o acompanhamento (hdl, triglicerides, etc) e ao dar o requerimento ao inves de ir na farmacia eu iria no SUS. Mas ela me disse que nao funciona assim e que eu procurasse outro medico. Primeiramente me senti humilhada, desassistida no inicio do tratamento, pois nao posso interromper e preciso urgente de outro profissional. Me explique melhor como foi com vc? Tks